Photoshoot e scans da reunião de Felicity


Conforme publicado anteriormente, o trio protagonista de Felicity (1998-2002), formado por Keri Russell, Scott Speedman e Scott Foley, fez a primeira reunião oficial da série para a revista Entertainment Weekly. Clique nas miniaturas abaixo para visualizar fotos e scans da publicação em nossa galeria.

Photoshoot


Scans


Estrelas de Felicity se reúnem pela primeira vez (em uma cama) para a EW


Scott Speedman não consegue encontrar suas calças. O ator corajosamente trocou suas roupas por um pijama para saltar para a cama com seus colegas de elenco, Keri Russell e Scott Foley. Esta é a primeira vez que o trio está na mesma sala desde que o drama do canal WB foi finalizado em 2002. As risadas continuam quando os atores se acomodam em um sofá próximo. Speedman – que não conseguiu localizar suas calças – se senta apenas de camisa e cueca boxer preta. “Scott Speedman está apenas de cueca”, narra Keri. Foley, com um largo sorriso: “Mantendo as coisas agradáveis e frescas, hein, amigo?”. Speedman responde com um escolher de ombros despreocupado.

Criada por J.J. Abrams e Matt Reeves, Felicity mostrou a história de Felicity Porter (Keri) que, por um capricho, desiste dos estudos preparatórios de medicina planejados por seus pais para seguir sua antiga paixão de ensino médio, Ben Covington (Speedman), na Universidade de Nova York. Antes dos adolescentes se dividirem entre Time Jacob e Time Edward, houve o épico triângulo amoroso de Felicity, ao longo de seus anos de faculdade, com seu consultor residente, o sério e estudioso Noel Crane (Foley), e o sonhador mas ainda emocionalmente complicado, Ben.

O drama foi ao ar entre 1998 e 2002, capturando a angústia do final dos anos 90 e início dos anos 2000, que esculpiu um lugar permanente no coração dos fãs. “As pessoas ainda vêm até mim, me dizem o quanto gostam de Scandal e acrescentam: ‘Mas eu sempre fui Time Ben'”, diz Foley. O inverso acontece com Speedman em relação ao Time Noel? Ele dá o seu melhor sorriso de Ben Covington e responde: “Não”.

Abaixo, está um trecho da entrevista com o trio para a publicação.

Em suas primeiras audições:
KERI RUSSELL: Havia tantas garotas esperando para fazer a audição, que eu me perguntava: “Posso ir embora?”. Eu recebi alguns retornos e, em seguida, tive um teste e engasguei. Sou péssima em audições. Sou tímida e nervosa. Então eu saí e o J.J. e o Matt me seguiram e disseram: “O que aconteceu? Você tem que voltar – você está muito nervosa”. Eu estava tipo: “Esta sou eu. Sejam bem-vindos à minha vida!” (risos). Eles me puxaram para dentro da sala de cópias – eu me lembro que havia vários pôsteres da Família Wayans – e J.J. me contou piadas e me acalmou. Ainda não acredito que eu tenha sido incrível, mas eles me deixaram fazer a minha parte.

SCOTT SPEEDMAN: Sim, eles deixam. Isso foi caridoso! Eu estava em Toronto após desistir da escola de teatro e eu estava dormindo no sofá da minha mãe. Alguém me mandou o roteiro e eu não quis lê-lo. Eu estava em um momento estranho da minha vida, eu só não queria fazer uma série de televisão, por mais estranho que isso pareça. Um agente ligou para a minha mãe e disse a ela que eu tinha que ler o roteiro. Então, eu li. E eu amei. Sinceramente. Foi um daqueles momentos em que você lê alguma coisa e aquilo parece absolutamente certo para você neste momento da sua vida. Eu fui até a locadora com uma amiga, que leu a parte de Felicity comigo, e fizemos uma fita. A próxima coisa que percebi é que eu estava em um avião.

SCOTT FOLEY: Eu tinha feito a primeira temporada de Dawson’s Creek e o diretor de elenco sabia quem eu era e me chamou para ler o roteiro para o papel de Ben. Então eu li para o papel de Noel. Eles me chamaram de volta para o Ben e eu testei essa parte duas ou três vezes. Eles me escalaram como Ben. Eu tinha acessórios de guarda-roupa e mesas de leitura e tudo mais e então J.J. e Matt disseram: “Ei, nós encontramos alguém que pensamos ser um ótimo cara para interpretar o Ben”. Eu disse: “Eu sou o Ben!”. Eles perguntaram se eu estaria interessado em interpretar Noel em vez disso, e eu estava tão feliz de ter um trabalho que eu aceitei. Speedman apareceu com um pino de segurança em sua camiseta e eu disse: “Vocês estão certos. Ele é perfeito para o Ben”.



Clique na miniatura abaixo para visualizar a foto em seu tamanho original.



Fonte adaptada


Entertainment Weekly reúne atores de Felicity em publicação


Para comemorar seu 25º aniversário, a revista Entertainment Weekly reuniu, em uma edição especial, os elencos mais memoráveis da história da cultura popular norte-americana. Entre eles, está o da série Felicity, composto por Keri Russell, Scott Speedman e Scott Foley, que interpretaram o triângulo amoroso que dividiu torcidas no final dos anos 90.

Esta é a primeira reunião oficial dos atores na mídia, logo é um presente para todos os fãs que acompanharam, durante quatro temporadas, a trajetória da sonhadora Felicity Porter na Universidade de Nova York e vibrou com seus dramas e paixões. Clique na miniatura abaixo para visualizar a capa da revista em seu tamanho original.


Keri Russell na Brooklyn Magazine – Outono 2014


Keri Russell estampa a capa e o interior da edição de outono da revista Brooklyn.

Veja o que a atriz disse sobre morar no Brooklyn e a vida em geral:

Keri sobre por que ela se mudou para o Brooklyn: “Eu acho que aconteceu o que aconteceu com um monte de gente: eu engravidei. E nós ficamos tipo ‘Nós não podemos pagar nada! Onde nós vamos viver?’ Então nós conseguimos uma casa acessível, que na verdade não era tão acessível e o pai dos meus filhos, que é um carpinteiro, a reformou”.

Keri sobre o que ela gosta no Brooklyn: “Eu amo a vizinhança. Eu amo o céu. E nenhum dos meus amigos mora na cidade mais; eles estão todos no Brooklyn também. É um lugar divertido para se viver agora. Além disso, eu passo muito tempo sozinha e é um bom lugar para estar solitária. Mesmo se você não falar com as pessoas por três dias seguidos, você ainda sente a energia. Você pode estar solitário, mas nunca sozinho”.

Keri sobre ser mãe no Brooklyn: “É um ótimo lugar para ter crianças. Acordar às cinco da manhã, caminhar, ver outras pessoas andando também e sentir que há outras pessoas como você: pessoas estranhas em horários estranhos”.

Keri sobre o que ela gosta nos outros pais do Brooklyn: “Eu sou interessada nas pessoas que vivem ao redor. E nas minhas melhores amigas que são amigas de escola, algumas são artistas, algumas são professoras de escola pública, algumas são fotógrafas. Há uma grande mistura”.

Keri sobre o que ela não gosta nos outros pais do Brooklyn: “Meus filhos estão velhos agora e por isso eu não leio livros para pais ou qualquer coisa. Eu sou tipo ‘Livros para pais? Eu não quero livros sobre paternidade! Eu quero falar sobre livros legais de sexo'”.

Keri sobre bicicleta no Brooklyn: “Eu amo minha bicicleta! Eu não vou esconder isso. Eu amo tanto! Eu preciso começar a usar o meu capacete, no entanto. Eu ouvi uma menina dizer no outro dia ‘Papai, por que aquela mamãe não está usando seu capacete?'”.

Keri sobre música, não apenas no Brooklyn, mas em geral: “Eu preciso urgentemente de música. Estou fora do ritmo! Eu tenho escutado coisas antigas. Coisas boas, mas coisas antigas, como Neil Young. E eu estou muito, muito afim de Tom Petty agora. Ouvindo muito Tom Petty”.

Clique nas miniaturas abaixo para visualizar em nossa galeria o ensaio fotográfico da atriz para a publicação:


[Scans] Keri Russell na revista InStyle


Keri Russell estampa as páginas da edição de Agosto da revista InStyle.

Clique sobre as miniaturas abaixo para visualizar os scans em nossa galeria.


Assista a seguir ao making-of: